forumbanner1a

Olharce, a revista de dança do Ceará

Circuto de Festivbais

Circuito Brasileiro de Festivais Internacionais de Dança

O que é o Circuito

Desde 2005 os quatro festivais de dança contemporânea de maior repercussão nacional, que acontecem entre outubro e novembro, estão unidos para incentivar a circulação de companhias nacionais e estrangeiras e a partilha de programas, idéias e recursos.

O Circuito envolve o Festival Internacional de Dança do Recife (PE), a "Bienal Internacional de Dança do Ceará (CE), FID – Fórum Internacional de Dança (MG) e o Panorama de Dança do Rio de Janeiro (RJ) e inclui quatro capitais (duas do Nordeste e duas do Sudeste). Trata-se de uma união de estruturas para fortificar as cenas de novos artistas locais, facilitar a troca de informações, otimizar a circulação de artistas estrangeiros e fomentar a cooperação e a circulação de artistas brasileiros entre nossos festivais. Dessa parceria, diversas otimizações de custos e projetos já surgiram e continuaram a surgir.

Juntos, esses festivais têm potencial de alcance de mais de 60 mil pessoas, com enorme retorno de mídia espontânea. Em cada festival, há um recorte curatorial diferente. Em comum, a qualidade das produções e a aposta no que há de mais novo e instigante nas artes do corpo. Numa área artística que se torna cada vez mais ampla, repleta de nuances e de tecnologias, o Circuito se firma como uma iniciativa que fala diretamente aos formadores de opinião, aos jovens e a todos os interessados na vanguarda da arte.

Os quatro festivais têm uma política de ingressos populares e enorme interação com espaços públicos e não-convencionais. O resultado é um público crescente e uma mídia cada vez mais presente.

O Circuito, além de mostrar o melhor da produção internacional no Brasil, é também a maior vitrine para a circulação da produção nacional. E os festivais que o formam dividem também a tarefa de fomentar a produção dos jovens artistas com estréias e projetos de cooperação internacional e formação.

São quatro iniciativas muito diferentes em termos de curadoria e realidades locais, mas que têm em comum a experimentação da linguagem, o investimento em novos talentos, o interesse na formação de platéias e na cooperação igualitária entre brasileiros e estrangeiros em processos de criação artística.

Uma das ações em conjunto do Circuito de Festivais é aumentar o intercâmbio com a América Latina e a África. Trata-se de uma decisão política e estratégica com vistas a estreitar os laços culturais e de economia da cultura entre esses países. Está claro para nós o papel estratégico do Brasil como fomentador desse diálogo no nosso continente e diante do continente africano.

Circuito Brasileiro de Festivais Internacionais de Dança

 

 

 

 

 

 

 

VII Bienal Internacional de Dança do Ceará / 2009 © Todos os direitos reservados